Notícias

Notícias referentes aos projetos do LabDGE

Os funcionários das Unidades de Pronto Atendimento de Campina Grande (UPAs) estão passando por um treinamento do Ministério da Saúde, realizado em parceria com a Universidade Federal Fluminense, para melhorar a assistência inicial oferecida aos pacientes da emergência.

O Ministério da Saúde e a UFF – Universidade Federal Fluminense iniciaram o segundo ciclo do Projeto Lean nas UPAs. Em Maceió, no Estado de Alagoas, duas unidades de pronto atendimento gerenciadas pelo ISAC – Instituto Saúde e Cidadania participam da iniciativa. São elas: a UPA Trapiche da Barra e a UPA Benedito Bentes.

Nesta transmissão o Prof. Dr. Robisom D. Calado, coordenador do LabDGE, conduzirá o encontro de abertura do Projeto Lean na UPA, ano 2022. Contaremos com as ilustre presença do Prof. Dr. Alberto di Sabbato (Fundação Euclides da Cunha) e do Dr. Olavo Braga Neto (DAHU/SAES/Ministério da Saúde). Também estarão presentes as representantes das UPA de Guarulhos -SP: Jaqueline Pessoa, Viviane Haddad e Renata Reche compartilhando suas experiências sobre o Projeto Lean na UPA 2020/2021.

O congresso Lean Six Sigma chega a sua décima edição e reúne especialistas internacionais em sistemas de produção, saúde, educação e governo para discutir e caminhar em busca da melhoria contínua. Neste ano as discussões e pautas serão voltadas para tratar de um desafio que interessa a todos: As perspectivas para um Futuro Sustentável. Líderes dos diversos setores compartilharão seus pontos de vista e percepções por meio de palestras, minicursos e apresentação de Cases.

Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e hospitais da Prefeitura de São José dos Campos o “fast track”, como é chamado pelos profissionais, começa pelo acolhimento. Ao chegar na unidade o paciente é avaliado pela enfermagem e encaminhado ao eletrocardiograma. Todo esse processo não pode ultrapassar 10 minutos

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, conduzirá o décimo encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema "VSM: Mapeamento do Fluxo de Valor”. Contaremos com a presença de Laryssa Amaral, Pesquisadora de Iniciação Científica da Universidade Federal Fluminense, e da Professora Milena Estanislau, Pesquisadora de Pós-Doutorado da Universidade Federal Fluminense. Também contaremos com a presença especial de Jaqueline Pessoa, chefe da Divisão Técnica da Secretaría da Saúde de Guarulhos, representando a UPA Paulista.

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, conduzirá o oitavo encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema “As 7 Ferramentas da Qualidade”. Contaremos com a presença da participante Leonete Rodrigues de Assis, representando a UPA Franco da Rocha (SP).

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs 24h, conduzirá o sétimo encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema “Fast Track nas UPAs 24h”. Contaremos também com a presença do participante Ranniel Pereira Tavares, representando a UPA Trindade (Trindade, GO).

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, conduzirá o sexto encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema “Fluxo Puxado e Sequenciamento de Atendimento ao Paciente”. Contaremos com a participação dos participantes Marinete Rodrigues de Araújo e Dr. Jose Carlos de Carvalho Miele Junior, representando a UPA 24h Sul (Palmas, TO).

A transmissão ocorreu sob condução do professor Dr.Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, e contou com a presença da Sra. Leila Longhini Vasconcelos, representando a UPA Dr. Marcelo Paes Leme (Barra do Garças, MT).

Seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) localizadas em Fortaleza - Ceará estão participando do Projeto Lean, metodologia responsável por otimizar fluxos e melhorar o atendimento de urgência e emergência à população. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) ressalta a importância da iniciativa para melhorar a qualidade dos serviços prestados pelas UPAs.

O projeto busca diminuir o tempo de espera por atendimento em todas as Upas, segundo Ivan Coelho, secretário de Atenção à Saúde e Desenvolvimento Regional da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa). As seis unidades do Governo do Ceará estão localizadas no seguintes bairros: Praia do Futuro, Messejana, Autran Nunes, Conjunto Ceará, Canindezinho e José Walter.

O arquivo aborda a linha do tempo de 2017 a 2020 do Departamento Hospitalar e Emergências - DHE de São Jose dos Campos, mostrando a gestão de pessoas, indicadores e as ferramentas Lean aplicadas através do Projeto Lean nas UPAs 24H.

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, conduzirá o quarto encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema “Lean e PNH: A metodologia Lean e a Política Nacional de Humanização”.

09-12-2020
UFF na Midia

O projeto da UFF em parceria com o Ministério da Saúde beneficou cerca de 13 milhões de usuários, reduzindo em 39,5% o tempo médio de estadia dos usuários nas Unidades de Pronto Atendimento.

Com o objetivo de tornar o atendimento mais ágil, humanizado e qualificado nos serviços de emergência da rede pública de saúde, 43 das 50 UPAs 24h que contam com o Projeto Lean já podem verificar redução média de 39,5% no tempo médio de permanência de pacientes nas unidades.

Metodologia reduziu em 39,5% a espera dos pacientes em 43 unidades de saúde, das 50 que participaram do ciclo. O objetivo é oferecer assistência de qualidade à população

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, e o Sr. Rafael Agostinho, Coordenador Geral de Urgência no DAHU - Ministério da Saúde conduziriram o terceiro encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema "5S: Organização, Qualidade e Eficiência do ambiente de Saúde”.

Rio das Ostras é a primeira cidade do Estado do Rio a receber o projeto. O objetivo é otimizar o atendimento aos pacientes, reduzindo o desperdício e o tempo nos serviços de emergência, além de oferecer maior segurança e resolutividade nos processos de atendimento e uma gestão mais humanizada.

Seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Distrito Federal implantaram com êxito o projeto Lean. A primeira etapa do projeto consistiu em tornar o atendimento aos pacientes mais ágil a partir do momento do acolhimento e da classificação de risco, até a finalização do atendimento.

‘Método Lean’ traz agilidade nos atendimentos e contempla 50 UPAs de todo o País; unidades de Guarulhos já concluíram 1ª fase do projeto.

Após três meses de trabalho ininterrupto, o Projeto Lean nas UPAs finalizou a sua primeira etapa com apresentação de resultados.

Nesta transmissão com tema “Pensamento A3, o Ciclo PDCA e as Boas Práticas”, o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, apresenta o andamento do projeto a todos os participantes. A Live contará com a participação do convidado especial Sr. Bruno Kosima, especialista Lean na Toyota.

Com o objetivo de reduzir a superlotação nas urgências e emergências, aperfeiçoar a gestão e o uso consciente de investimentos, o Projeto e Liderança “Lean nas UPAs” chega ao seu segundo mês e já apresenta os primeiros resultados.

Com o objetivo de reduzir a superlotação nas urgências e emergências, aperfeiçoar a gestão e o uso consciente de investimentos, o Projeto e Liderança “Lean nas UPAs” chega ao seu segundo mês e já apresenta os primeiros resultados.

Quatro meses depois, das 50 unidades escolhidas para a aplicação do projeto, três delas foram eleitas as melhores do país em boas práticas, entre as quais a UPA Paulista, de Guarulhos.

"Dentre as melhorias implementadas no atendimento dos pacientes da UPA Paulista com foco humanizado que a colocaram entre as três melhores do país destacam-se a mudança da recepção, que ganhou maior amplitude e fluidez [...]".

No dia 06 de agosto de 2020 ocorreu a primeira transmissão ao vivo do projeto Lean nas UPAs entitulada "1º Encontro de Liderança Lean nas UPAs 24H.

“De uma forma mais rápida e estratégica, a ferramenta do Projeto Lean permite otimizar o fluxo de atendimento, definir, medir, analisar e implantar estratégias por meio da análise dos processos, enxugando e tirando desperdícios”, definiu Leonardo Azevedo.

Para a diretora administrativa da unidade, Alzira Izabel Carvalho Brito, com o projeto Lean, já foi possível perceber melhorias no fluxo de atendimento, com mais qualidade e humanização. “Tem sido muito promissora essa capacitação. Tem feito total diferença na organização dos setores e na mudança de visão dos funcionários em relação ao atendimento na UPA. Já conquistamos resultados objetivos no fluxo de atendimento, acúmulo de estoque e manipulação de medicamentos”, destacou.

O projeto visa trazer maior segurança nos procedimentos, agilidade no atendimento, gestão humanizada, redução de desperdício, do retrabalho e da burocracia, evitar etapas de trabalho desnecessárias, além de diminuir os gastos, de forma promover a maior satisfação do paciente, aumentar a eficiência, controlar os riscos associados à prática assistencial e melhorar o acesso dos pacientes aos serviços.

Com o objetivo de tornar o atendimento das emergências mais eficiente, o Ministério da Saúde, em Parceria com a Universidade Federal Fluminense - UFF, começou a implantar o projeto Lean mas UPAs em 50 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Para a diretora administrativa da unidade, Alzira Izabel Carvalho Brito, com o projeto Lean, já foi possível perceber melhorias no fluxo de atendimento, com mais qualidade e humanização.

O sistema, aplicado na assistência em saúde, foca em intervenções colaborativas e humanizadas através do trabalho em equipe e mudança de cultura. O objetivo da iniciativa é aprimorar o fluxo contínuo do processo de acolhimento, aumentando a qualidade do serviço sob a ótica do paciente.

Agilidade no atendimento de pacientes, maior segurança dos procedimentos e gestão humanizada é o que propõe o processo de gestão pelo método Lean.

Em Guarulhos, os profissionais das unidades estão sendo capacitados neste momento pelo representante do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas, Anderson Palácio, para começar a aplicar a nova ferramenta de gestão no início de maio.

A metodologia Lean já é uma realidade no sistema moderno de gestão hospitalar, sendo utilizada em renomados hospitais do mundo.

Duas unidades de pronto atendimento da Prefeitura de São José dos Campos estão sendo qualificadas para receber o método Lean com o objetivo de padronizar e organizar os processos, adotando procedimentos simplificados que potencializam os resultados.

O método de gestão LEAN para tornar mais eficiente o atendimento nas emergências já foi implementado em alguns hospitais públicos, e agora, chega às UPAs de quatro estados e do Distrito Federal.

Três metas devem ser cumpridas durante a execução do Lean, que são o apoio ao desenvolvimento de habilidades organizacional e assistencial, o apoio ao uso de ferramentas e na condução de equipes para mudanças e reorganização de processos, além do monitoramento e apresentação dos resultados

“Duas unidades de pronto atendimento da Prefeitura de São José dos Campos estão sendo qualificadas pelo Governo Federal para receber o método Lean, que vai aperfeiçoar os serviços prestados à população. São elas as do Novo Horizonte e de Eugênio de Melo, ambas localizadas na região leste da cidade. [...]

A UPA localizada na Av. Treze de Maio é uma das 50 unidades do país a serem qualificadas pelo método Lean, pelo Ministério da Saúde e Universidade Federal Fluminense para o atendimento de pacientes com Covid-19

A Unidade de Pronto-atendimento da avenida Treze de Maio – UPA 24h, em Ribeirão Preto adotou como medida efetiva ao combate à Covid - 19: a aplicação da metodologia Lean buscando tornar o atendimento mais ágil e qualificado nos serviços de emergência, melhorando o fluxo do cuidado com o paciente, além de organizar a rede de assistência para suporte aos hospitais próximos.

A iniciativa visa melhorar o fluxo do cuidado com o paciente e organizar a rede de assistência para suporte aos hospitais próximos durante a crise.

O projeto é uma parceria do Ministério da Saúde com a Universidade Federal Fluminense (UFF), do Rio de Janeiro, e teve início em 31 de março. Tendo atuação em 8 estados.

50 unidades estão sendo qualificadas pelo método Lean. Iniciativa visa melhorar o fluxo do cuidado com o paciente, além de organizar a rede de assistência para suporte aos hospitais.

50 unidades estão sendo qualificadas pelo método Lean. Iniciativa visa melhorar o fluxo do cuidado com o paciente, além de organizar a rede de assistência para suporte aos hospitais.

Nesta transmissão o professor Robisom D. Calado, coordenador do projeto Lean nas UPAs, conduzirá o nono encontro do Projeto Lean nas UPAS, com o tema "HFMEA: Uma Alternativa para Gestão de Risco". Contaremos com a participação de Eduarda M. C. Campos, Gerente de Atenção Especializada do Município de Florianópolis, representando as UPAs Continente, Sul da Ilha e Norte da Ilha (Florianópolis, SC).